Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blogue do siman

escritor • crítico • diretor de teatro • editor

Crítica teatral: "As aventuras do Super-Quixote", da Cia. Coletivo Aberto

Fevereiro 17, 2016

 

   As aventuras do Super-Quixote, de Léo Coessens, conta a história de um velho que, de tanto ler histórias de cavalaria, enlouqueceu e se autodenominou Super-Quixote. Mal sabem os desprezíveis adultos de coração que Super-Quixote está com tamanha sanidade que consegue ser do tamanho dos seus sonhos! Durante todo o espetáculo, martelou em minha cabeça a seguinte frase de Pessoa, na sétima parte de O guardador de rebanhos: “eu sou do tamanho do que vejo”, e ser do tamanho do que vê, ser do tamanho dos seus sonhos, hoje em dia, é um ato heroico.

   Com a ajuda de uma organização magnífica e um texto muito bem escrito, As aventuras do Super-Quixote passa uma mensagem renovadora ao espectador — seja criança ou adulto —: sonhar custa muito nos tempos de hoje, e devemos facilitar a vida dos que sonham e sonhar como eles.

   Os atores usufruem de forma única de uma mistura de emoções e momentos que deixa boquiaberto qualquer leigo, como eu, e, creio, qualquer crítico que não sou.

   Momentos engraçados e dramáticos, irreverentes e contidos fazem do espectador uma chave importantíssima pro desenvolver da peça, como o que sempre tenho dito: se o teatro não está em contato com quem assiste, não é renovador. Todos, até os mais insensíveis, comungaram das emoções dos atores e se entregaram à história de um velho sonhador que, de tão lúcido, parece até ser louco.

   Os maravilhosos atores Barbara Pavione, Camile Gracian, Gustavo Nascimento e Léo Coessens fizeram da história do Super-Quixote um deleite ininterrupto de sonhos reais, onde se refugiam os que estão cansados da rotina e as crianças que só querem mais tempo pra viver e sonhar conforme a roda da vida gira. E esta bola que o mundo é gira com a vida das crianças, dos adultos e dos chatos adolescentes — que não gostam de nada —, e traz, pra maravilha de todos, este magnífico espetáculo.

   Apesar de ser uma peça direcionada ao público infantil, As aventuras do Super-Quixote, impressionantemente, é capaz de seduzir e encantar pessoas de todas as idades.

 

   AVANTE!

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D