Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

blogue do siman

escritor • crítico • diretor de teatro • editor

felino

Maio 28, 2016

 

bicho de cara peluda

que me encanta

          doce

e me inebria

          algoz

     de noites & dias

de queda e foz

 

bicho de boca carnuda

que me espanta

          fosse

o que era

          canto

     e não era tanto

de deleite e encanto

 

bicho que nunca muda

que me serve de manta

          deitado

na relva

          ;sonho

     e era só fantasia

de um rosto risonho

 

(que sorriso é esse teu?

que infame desacordo com o mundo

(e os encantos do mundo)

e tudo

um tanto

me iludo

— mas não desencanto)

 

felino de unhas e dentes

de garras e presas e estalos

          :prenda-me a teus pés

e não me deixes soltá-los

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D