Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blogue do siman

escritor • crítico • diretor de teatro • editor

Musa lírica

Março 02, 2016

 

   Entrega-te, oh Erato, à alma dos poetas, cochiche em seus ouvidos doces e sensíveis, toque-os levemente com a ponta dos dedos. Musa da poiesis viva das nascentes de Euterpe, fonte de desejo e gozo, fonte de prazer e luz. Entrega-te, oh Erato, aos homens de mãos tão delicadas, entrega-te como fonte de renascença.

   Oh, Musa amável, fonte de amores e de paixões intensas, Musa lírica de todas as formas de entregar-se. Erato, fonte de amor insano pelo que não tem fim. Amável, afável, fogosa. Fogo que desce do gozo da alma, do gozo do olhar, do gozo das ondas mansas, das marolas, das folhas que caem.

   Entrega-te, oh Erato, à alma dos poetas, cochiche em seus ouvidos doces e sensíveis, toque-os firmemente com a ponta de teus dedos macios — vendavais na vida dos poetas são poesia que dói com o destino…

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D