Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blogue do siman

escritor • crítico • diretor de teatro • editor

O vestido

Março 05, 2018

Após tantos dissabores, M. saiu sem destino. Caminhou olhando nos olhos dos transeuntes, encarando-os com melancólica seriedade, semblante caído. M. vê-se numa vitrina de loja — seu reflexo, perfeitamente colocado num vestido de festa, o pescoço longo saltando do decote, dando rosto ao manequim sem cabeça.

“O que eu quero?”, perguntou-se. “Eu quero andar sem roupa, mas também quero esse vestido, ver-me nele, sentir a textura do tecido no meu corpo; é isso que eu quero.”

Arrebentou o vidro da loja, o alarme tocou. Arrancou o vestido do manequim como se ele fosse capaz de travar luta. Arrancou toda a roupa, totalmente em pelo. Um vento frio correu em sua espinha. Colocou o vestido.

Como se veria c’o vestido, se quebrou o vidro da loja?

Um atordoamento lógico rompeu do estômago de M. Foi ao chão, flutuando, flutuando o vestido, os cabelos arrancados de pavor flutuando. E morreu após tantos dissabores.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D