Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

blogue do siman

escritor • crítico • diretor de teatro • editor

pietà

Maio 09, 2016

Morreu no colo da mãe

Na canseira da demência

Morreu sem vela, só lágrimas

Daquela triste presença

NENA DE CASTROPietá

 

...e no banco do brazil, uma mulher sentada no chão — à porta —, com as pernas cruzadas, uma criança no colo que risca besteiras num papel qualquer. “me dá uma ajudinha, pelo amor de deus”, pede, choramingando, “me dá uma ajudinha, pelo amor de deus”. todos passam e dizem que não têm dinheiro, mesmo contando bolos cheios após terem saído do caixa eletrônico. uma mulher sentada no chão, com uma criança brincando com um lápis e um pedaço qualquer de papel — desenhando maravilhas — em seu colo, implora, chorando “uma ajudinha pra matar a fome do meu filho, pelo amor de deus”. pelo amor de deus. pelo amor de deus. pelo amor de deus. PELO AMOR DE DEUS. e ela talvez tenha se acostumado a todos os que viram a cara e não respondem nada, e aos que respondem somente “não tenho” “não posso” “não...”. ela para de pedir dinheiro. agora pede comida. comida pro filho. (“não tenho” “não posso” “não...”.) a mulher, sentada no chão, à porta do banco do brazil, chora por seu filh(crist)o morto

                                                                de fome

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D